Arquivo do blog

sábado, 8 de julho de 2017

Ceará registrou um homicídio a cada uma hora e meia no 1º semestre

De janeiro a junho deste ano, o Ceará apresentou aumento de 31,9% no número de homicídios em relação ao mesmo período do ano passado. Foram 2.299 pessoas assassinadas nos seis primeiros meses de 2017, uma média diária de 16 mortes — o que representa um caso a cada uma hora e meia. No ano passado foram contabilizadas 1.743 ocorrências no período. Os números vêm crescendo desde janeiro, após 16 meses de redução nos assassinatos. Neste primeiro semestre, em cinco meses houve aumento.

O mês de junho bateu o recorde de ocorrências desse tipo de crime desde que a contagem começou a ser disponibilizada na forma de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs). Somente nestes 30 dias, foram 474 mortes violentas no Estado, 91% a mais que junho do ano passado. Só em Fortaleza, 197 pessoas foram mortas — crescimento de 217% em relação ao mesmo mês de 2016.

Os dados foram apresentados na tarde de ontem pelo titular da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, delegado André Costa.

O aumento no número de homicídios no semestre se deu em todas as regiões onde o levantamento foi feito, com maior percentual em Fortaleza (77,4%) e na Região Metropolitana (24,7%). A alta no número de crimes neste início de ano coincide com a mudança de gestão da SSPDS e a crise nacional do sistema penitenciário, iniciada no último janeiro.


Fonte: O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, a sua opinião