Arquivo do blog

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

[NOVA OLINDA] Nilton Toledo "O Carioca" e Armando Caldas recebem títulos de cidadania novo-olindense

A Câmara Municipal de Nova Olinda, através do vereador Tiê Feitosa (PSDB), fez a entrega de dois Títulos de Cidadania “novo-olindense” aos comerciantes Armando Caldas e Nilton Toledo (O Carioca), durante a reunião ordinária, na noite desta quinta-feira, dia 14, no Plenário do Poder Legislativo. Os títulos foram concedidos por meio de dois decretos legislativos assinados pelo Presidente da Câmara, Zé de Naninha (PR), e aprovados por unanimidade dos vereadores.

O vereador Tiê Feitosa (centro da foto), autor dos projetos de decreto legislativo, pelos quais concedeu os títulos de cidadania aos dois comerciantes, disse na tribuna que a honraria é concedida como forma de agradecimento e de reconhecimento, pelo trabalho prestado em Nova Olinda, aos dois comerciantes que aqui não nasceram, mas que por aqui muito realizaram, sobretudo, na área econômica gerando trabalho e renda ao longo dos últimos 30 anos na cidade.

Compareceram a sessão os familiares e amigos dos dois homenageados. Na plateia estavam os ex-vereadores por Nova Olinda, Beto Calisto, e Socorro Matos, O ex-prefeito de Altaneira, Antônio Dorival de Oliveira.  

Na justificativa do seu projeto de decreto legislativo o vereador Tiê Feitosa defendeu que “o senhor Armando Caldas merece hoje o título de cidadão novo-olindense, desta cidade que apostou todas as suas fichas para as suas atividades” contribuindo para o desenvolvimento do comércio local, além de ter construído um grande círculo de saudáveis amigos ao longo de todos esses anos.

Sobre “O Carioca” Tiê Feitosa justificou o projeto de decreto legislativo de sua iniciativa dizendo que o homenageado é digno de receber “esse título” pela sua relevante contribuição para o setor comercial de Nova Olinda tendo atuado em várias frentes desde bares e restaurantes até o seu atual comércio de frutas e verduras, investindo na economia do nosso município e apostando nas pessoas de nossa terra depois de haver se estabelecido aqui e construindo empresas e, principalmente, a sua família e uma legião de amigos. 

Conheça um pouco mais da história desses dois novos cidadãos de Nova Olinda


Armando Caldas 

Viveu os primeiros anos da sua infância no sítio Juá aonde nasceu, em Assaré, no dia 6 de agosto do ano de 1954. É filho do casal Moisés Alves de Caldas e Josefa Batista Caldas; foi registrado com o nome de batismo de Vicente Alves de Caldas, mas ainda na adolescência ficou conhecido por "Armando Caldas”, nome pelo qual é chamado até hoje. 


Como vários rapazes daquela época, foi tentar a sorte viajando para São Paulo logo que completou seus 18 (dezoito) anos, mas após algumas idas e vindas retornou para a cidade de Altaneira no ano de 1979.

Em 1981 casou-se com Marlene Gonçalves de Oliveira Caldas, com quem teve 2 filhos: Erismano Gonçalves de Oliveira Caldas (Manim Caldas) e Armando Wallyson de Oliveira Caldas. 

Morou em Altaneira nos seus primeiros anos de casado; local onde plantou boas amizades e que as mantém até hoje. No entanto, há 32 anos, mais precisamente em 25 de outubro de 1985, aceitou o convite de seu amigo, o empresário Idemar Alencar, para vir trabalhar nesta cidade de Nova Olinda.

Desde então, apaixonou-se por esta cidade e aqui exerceu o seu trabalho, notabilizando-se por seu comércio o Restaurante Caldas; tendo escolhido esta pequena cidade para empreender os seus negócios, construindo ainda inúmeras amizades ao longo dos anos e estabelecendo aqui a sua residência fixa.

Nilton “O Carioca”


Nilton Toledo Quirino, conhecido como o Carioca, flamenguista, comerciante, natural da cidade do Rio de Janeiro; nascido aos 25 de Dezembro de 1960, casado com Maria da Penha Feitosa Quirino, com quem tem dois filhos: Ulisses Feitosa Quirino, 33 anos e Tatiana Feitosa Quirino, 27 anos; avô de dois netos, José Guilherme e Pedro Antônio. 

Começou a sua vida profissional trabalhando em lanchonetes e restaurantes na cidade do Rio de Janeiro. Se estabeleceu em Nova Olinda em Junho de 1989, trabalhando como o sócio de um comércio com o cunhado Feitosa, onde anos depois comprou sua parte no empreendimento. Depois abriu um restaurante até hoje lembrado como “O Rodoró" na cidade, onde veio a vender anos depois para outro cunhado, o Zé Valdo. 

Atualmente ele trabalha no ramo de Frutas e Verduras, movimentando o comércio local e da região, representando as possibilidades de diversos pequenos produtores, bem como dando oportunidade de emprego e a movimentação de produtos na cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, a sua opinião