Arquivo do blog

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

[Crato] Câmara aprova título de cidadania para Jair Bolsonaro

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Davi Salomão com reportagem de Ambrósio Santos


Por propositura do vereador Roberto Anastácio do Partido Podemos, a Câmara Municipal do Crato aprovou nesta terça-feira, o projeto que concede Título de Cidadão cratense ao deputado federal Jair Messias Bolsonaro do PSC do Rio de Janeiro.

Bebeto Anastácio explicou que a proposta visa reconhecer o trabalho de Bolsonaro em defesa dos policiais e das famílias, sendo, portanto, lamentável as críticas atribuídas ao projeto. 

Como o Poder Legislativo não havia se reunido na segunda-feira devido ao falecimento do ex-vereador Didi Morais, foram realizadas ontem duas sessões, onde na primeira, o projeto deu entrada, vindo a ser votado na segunda reunião.

No momento da votação, apenas 10 parlamentares se encontravam no plenário, isso porque, pouco a pouco os outros 9 foram se retirando. Com isso, votaram a favor da proposta que concede o Título de Cidadão cratense a Bolsonaro os vereadores: Lunga, professor Gilson, Nando Bezerra, Adil Sampaio, Jales Velloso, Tico da Serrinha e o autor do projeto, Bebeto Anastácio. Votaram contra os parlamentares: Pedro Alagoano e Amadeu de Freitas. A única abstenção veio da vereadora Vicência Leandro.

Quem é Jair Bolsonaro


Jair Messias Bolsonaro (Campinas, 21 de março de 1955) é um militar da reserva e político brasileiro. Cumpre atualmente o seu sexto mandato na Câmara dos Deputados do Brasil, eleito pelo Partido Progressista (PP). Nas eleições gerais de 2014, foi o deputado mais votado do estado do Rio de Janeiro com apoio de 6% do eleitorado fluminense (464 mil votos). O parlamentar foi filiado a nove partidos ao longo de sua carreira política. Está no Partido Social Cristão (PSC) desde março de 2016, mas entrou em conflito com a liderança do partido e iniciou o processo para ingressar-se ao Partido Ecológico Nacional(PEN) em 2017.

Também foi titular da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional e da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, além de ter sido suplente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados. Além dele, seu irmão Renato Bolsonaro e três filhos seus também são políticos: Carlos Bolsonaro (vereador do Rio de Janeiro pelo PP), Flávio Bolsonaro (deputado estadual do RJ pelo PSC) e Eduardo Bolsonaro (deputado federal de São Paulo pelo PSC).

Tornou-se conhecido nacionalmente por suas posições nacionalistas e conservadoras, por suas críticas ao comunismo e à esquerda e por várias declarações controversas, as quais lhe renderam cerca de 30 pedidos de cassação e duas condenações judiciais.Também é conhecido por defender a ditadura militar (1964-1985) e por ter considerado a tortura uma prática legítima. Suas posições políticas geralmente são classificadas como alinhadas aos discursos da extrema-direita. (wikipédia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, a sua opinião