Arquivo do blog

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

[NOVA OLINDA] Vereador quer proibir o ensino sobre a "ideologia de gênero" nas escolas municipais e privadas

Polêmico, o tema da "ideologia de gênero chegou" à Câmara de Vereadores do Munícipio de Nova Olinda através de projeto de lei apresentado pelo vereador Adriano Dantas (PSB). A proposta proíbe "construção, divulgação e apreciação de qualquer material que disponha sobre ideologia de gênero nas escolas".


O projeto do vereador do PSB causou o posicionamento contrário de diversas pessoas nas redes sociais. Até mesmo o secretário estadual da educação do Ceará se manifestou. O Diretório Municipal do PT de Nova Olinda publicou uma nota de repúdio. Mas o projeto também têm apoiadores que defendem a aprovação da matéria pela Câmara Municipal.

Também pelas redes sociais o vereador Adriano Dantas defendeu o seu projeto afirmando que 
"O projeto não proíbe direitos e não se está defendendo um caráter religioso. Pelo contrário. Nós estamos exigindo respeito à própria legislação que assegura a defesa dos direitos dos pais sobre valores morais e inclusive religiosos. Essas questões estão no campo da moralidade" 
"É um ato em defesa da sociedade de um modo em geral, na questão da família, da criança e do adolescente. Apoiar esse projeto não é uma questão meramente religiosa, mas levam em conta os valores da família, que precisam ser preservados" disse.

Sob o título "Nossa linda Nova Olinda não merece ser exemplo nacional de escuridão" o secretário estadual de educação, Idilvan Alencar, bateu forte no projeto do socialista. 
"Respeitem os professores e ajudem a criar cultura da tolerância e paz na sociedade. O debate é para evitar preconceito racial , sexual e religioso" afirma.
O produtor cultural, Wiliam Luxo, também demonstrou insatisfação com o projeto e abriu uma campanha contra a proposta. Veja um print do poste da campanha [ao lado].

O Diretório Municipal do PT de Nova Olinda emitiu uma nota de repúdio em desfavor do vereador Adriano Dantas pela apresentação do projeto [click na imagem ao lado para ampliar]

Mas o projeto também têm os seus apoiadores. No Facebook uma postagem favorável ao projeto diz que o projeto "interessa as famílias nivo-olindenses. Até o fim desta tarde mais de 70 pessoas já demonstravam o seu apoio nesse post. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, a sua opinião