Arquivo do blog

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

[Santana Do Cariri] Toma lá Dá Cá marca disputa pela mesa diretora da Câmara Municipal



Só de maneira muito rasa pode-se analisar o atual governo municipal de Santana do Cariri como moderno, frente ao atraso que o atual prefeito se dispôs em campanha a combater, no entanto, o que se tem visto é a repetição de velhas práticas em oposição ao discurso eleitoreiro de mudanças prometidas.

E nem precisamos aprofundar uma análise para concluir que ao fim e ao cabo tudo deu em nada em relação ao corporativismo, a compra de apoios políticos, numa flagrante tentativa de sobrevivência no poder as custas de atos não republicanos, para dizer pouco.

Basta lançar um olhar sobre os últimos fatos que envolvem o primeiro turno das eleições proporcionais deste ano no que tange aos cargos proporcionais e mais recente ao esquema montando no poder legislativo para a eleição da mesa diretora para o biênio seguinte para se chegar a essa conclusão.

No esteio das disputas por votos para deputados estaduais e federais as duas principais forças políticas que se uniram para tirar o grupo da ex-prefeita Daniele Machado do poder se puseram cada um para o seu lado, esquecendo o povo e lembrando das suas próprias causas.

Neste ínterim sobram atitudes e faltaram justificativas. 

Assim como não explicaram como se uniram também não contaram o que os separaram.

Hoje, contando com a anuência e o silêncio do povo, sempre esquecido, não 2 mas 3 grupos políticos atuam para ocupar o comando da Câmara Municipal sem se lançar mão dos meios escusos para chegar ao fim. 

As notícias são de troca de favores e de beneses pessoais por votos que possam eleger este ou aquele para um lado ou para outro, ninguém escapa do velho jeito patriarcal de fazer política, ou seria politicagem? 

Fogos sobre a prefeitura anunciam a virada de um determinado vereador para o bloco de situação enquanto antes outros dois edis haviam mudado da situação para o lado da oposição de tal maneira também festejada. 

Mas o que se festeja ao som dos fogos? Quem tem o que comemorar com esse troca-troca de lados, com essa perda de identidade política e, sem exagero nenhum, total falta de ideologia?

Ilustração: humorpolitico 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, a sua opinião