26 de julho de 2021



Faleceu na noite deste domingo (25) no Hospital Antonio Prudente em Fortaleza, o professor Francisco Eugênio Costa Oliveira, aos 60 anos de idade.

Ele foi diagnosticado com pneumonia e já hospitalizado sofreu dois AVC - Acidente Vascular Celebral,sendo entubado. Seu corpo será velado e sepultado hoje (26) na cidade de Quixadá sua terra natal.

O professor Eugenio Oliveira, foi Secretário de Educação e Cultura em Assaré e secretário chefe do gabinete do prefeito de Nova Olinda.
 
Com informações do blogdojocelioleite

 22 de julho de 2021



O Ceará registrou uma média de 11,5 mortes por Covid-19 por dia nas duas últimas semanas, de 7 de julho até terça-feira (20), conforme dados da plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa).

Durante esse período, foram registrados 161 novos óbitos pelo novo coronavírus no Estado, que até esta quarta-feira (21) contabiliza 23.287 mortes pela doença desde o início da pandemia, segundo atualização do IntegraSUS às 17h de quarta-feira (21).

O maior incremento diário de óbitos pela doença das duas últimas semanas ocorreu do 6 para o dia 7 de julho, quando houve registro de 26 novas mortes pelo novo coronavírus, em comparação ao dia anterior. Entretanto, isso não significa que todos os óbitos ocorreram no mesmo dia.

O Estado segue em tendência de queda de óbitos diários pelo novo coronavírus. No pico da primeira onda da doença, em maio de 2020, o Ceará chegou a ter uma média de 153 mortes por dia. Já no pico da segunda onda, em abril deste ano, a média diária de mortes por Covid-19 foi de 121 óbitos. 
 

Por G1 CE

 19 de julho de 2021



N0 sábado, dia 17, os policiais militares do destacamento de Salitre, Sargento Gomes e Soldados Alielton, Charles e Lopes, realizavam patrulhamento fiscalizando o cumprimento do decreto municipal de flexibilização e isolamento social, no Distrito de Lagoa dos Crioulos, naquele município, quando por volta das 23 horas se depararam com um homem visivelmente armado que se identificou como primeiro Tenente da Policia Militar de São Paulo apresentando uma Identidade Militar daquele estado, em nome de Eduardo Dumangin Santos.

De posse do documento, a equipe policial perguntou ao suspeito seu nome, bem como sobre situações referentes ao seu posto na Polícia militar paulista, momento no qual o abordado passou a cair em contradição. Diante da situação os militares deram-lhe voz de prisão, ocasião em que o falso policial reagiu e negou-se entrar na viatura, sendo necessário o uso da força física para contê-lo.

Após algemado e preso, constatou-se que não só a identificação era falsa, mas também sua pistola, pois se tratava na verdade de um simulacro. O individuo foi identificado como sendo na realidade, Jaques Douglas Ferreira dos Santos, 48 anos, residente em Osasco-SP, onde ele afirma trabalhar de vigilante. O impostor foi conduzido a delegacia de Polícia Civil do Crato irá responder pelos crimes de Falsa Identidade e Desobediência, Art. 307 e 330 do Código Penal.




Da Agência Caririceara

 15 de julho de 2021


A imunização dos cearenses contra a Covid-19 pode ganhar reforço com a aquisição direta de mais 3 milhões de doses da CoronaVac/Sinovac/Butantan. O anúncio foi feito pelo governador Camilo Santana, nesta quarta-feira (14), por meio das redes sociais.
 

“Na luta por mais vacinas, informo aos meus irmãos e irmãs cearenses que o Governo do Ceará tem mantido negociações com a empresa chinesa Sinovac para aquisição de, pelo menos, 3 milhões de doses da Coronavac”, escreveu.

Até o momento, a campanha de vacinação no Ceará conta com quatro tipos de vacinas (CoronaVac, AstraZeneza, Pfizer e Janssen), enviadas por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde (MS). A negociação direta com a empresa chinesa Sinovac e o Instituto Butantan deve acelerar a imunização da população cearense.

“Ainda hoje conversei com o governador João Dória sobre as articulações com o Butantan, que pertence ao governo paulista. Reafirmo que não descansarei enquanto todos os meus irmãos e irmãs cearenses estiverem imunizados”, garantiu Camilo Santana. O chefe do Executivo informou, ainda, que o Estado aguarda receber o primeiro lote da Sputnik ainda este mês.

 14 de julho de 2021 


prefeito do Crato - Zé Ailton Brasil

O prefeito do Crato, Zé Ailton Brasil (PT), anunciou nesta quarta-feira (14), que o curso de Medicina a ser implantado na Universidade Regional do Cariri (URCA), foi oficialmente aprovado pelo Conselho Estadual de Educação. A instituição, através do reitor Francisco do Ó’ de Lima Júnior, anunciou também que há previsão de implantação do curso até setembro deste ano.

“Anuncio com grande alegria a aprovação nesta quarta-feira, 14, do Curso de Medicina da Universidade Regional do Cariri pelo Conselho Estadual de Educação. Uma conquista que representa um marco na cidade e que terá grandes resultados advindos dessa vitória da competência da URCA, do nosso grande Governador Camilo Santana, que não mediu esforços, e Dom Gilberto Pastana, através do apoio determinante nas negociações da nova estrutura do Curso. Agradecemos a todos que se empenharam para que pudéssemos ter essa importante vitória para o Crato, ampliando os horizontes de centenas de jovens para a formação na área médica e da qualificação e fortalecimento da saúde.”, disse o prefeito.

Implantação

A comissão de avaliação dos cursos, designada pelo CEE-CE, já visitou os espaços físicos da estrutura da universidade, que servirão para o uso de aulas e de práticas de laboratório. Além disso, a Urca deve adquirir o prédio do hospital São Camilo para a formação do primeiro hospital universitário do Interior do Ceará.

“Estão em aquisição essas instalações da Fundação Padre Ibiapina para funcionamento da faculdade, juntamente com o hospital que vai ser um equipamento importante, porque uma das diretrizes é a ideia de um hospital como um ambiente de formação das habilidades clínicas. Já começamos grande, porque começamos com o primeiro hospital universitário do Interior do Estado. Vamos pensar nas parcerias para gestão desse equipamento e colocar a serviço da formação médica de toda a região”, explica Lima Junior.

O projeto de criação do curso de Medicina da instituição inclui a implantação de um centro integrado de formação direcionado à saúde básica, com intenção de fortalecer o sistema público de saúde da região do Cariri. Ele se juntará a dois outros cursos de referência na área, atualmente geridos pela Universidade Federal do Cariri (UFCA), em Barbalha, e pela Estácio-FMJ, em Juazeiro do Norte.

 14 de julho de 2021

 


Entrou em vigor no último dia 30 de junho, em Crato, a Lei Cultura Viva que institui a Política Municipal de Cultura Viva do município, destinada a promover a produção e a difusão da cultura e o acesso aos direitos culturais dos diferentes grupos, coletivos e comunidades.

De iniciativa do prefeito Zé Ailton Brasil e aprovada pela Câmara Municipal, a Lei Cultura Viva tem como objetivo promover o acesso aos direitos culturais à população cratense, constituindo-se como política de base comunitária, territorial e ou temático-identitária do Sistema Municipal de Cultura do Crato.

A lei beneficiará a sociedade e, prioritariamente, os povos, grupos, comunidades e populações vulnerabilizadas socialmente por questões de classe, raça, gênero, etnia, orientação/identidade sexual, geração, deficiência, entre outros marcadores sociais e que, por conseguinte, estejam numa situação de reduzido acesso aos meios de formação, produção, registro, serviços, fruição e difusão cultural, requerendo maior reconhecimento e proteção de seus direitos sociais, culturais, políticos e econômicos, e de proteção à sua identidade cultural e sua integridade física e política.

A Lei Cultura Viva é um marco histórico na evolução das políticas culturais. É responsável por transformar o Programa Cultura Viva e sua ação estruturante mais conhecida na Política Nacional de Cultura Viva, os Pontos e Pontões de Cultura.

Tornou-se a primeira política nacional criada após a institucionalização do Sistema Nacional de Cultura (PEC 416/2005 – art. 2016-A) e do Plano Nacional de Cultura (Lei 12.343/2010), visando simplificar e desburocratizar os processos de prestação de contas e repasse de recursos para as organizações da sociedade civil; articulação de parceria entre União, Estados, Distrito Federal e Municípios com a sociedade civil.

 

Seguidores