Justiça nega soltura de ex-secretário da Saúde de Altaneira, preso por suspeita de fraudar licitação

Ranilson Silva | 17:57 |

 Quinta-feira, 14 de janeiro de 2021



Do G1 CE

A Justiça Estadual do Ceará negou um pedido de liberdade feito pelo ex-secretário de Saúde de Altaneira. A decisão da Vara de Delitos de Organizações Criminosas foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico da última quarta-feira (13).


Luan Kaio Feitosa Duarte foi um dos presos por suspeita de integrar uma organização criminosa que fraudou licitações e desviou dinheiro público no município, alvo da Operação Salus, da Polícia Civil , realizada em 10 de dezembro de 2020. A defesa do acusado não foi localizada.


O juiz afirma, na decisão, que a organização criminosa cometeu os "crimes de peculato, lavagem de dinheiro, fraude a licitações, entre outros". "Assim, a gravidade em concreto do crime imputado indica que a liberdade do acusado coloca em risco a ordem pública, pelo que necessita ser retirado do convívio social", conclui.


O pedido de liberdade se baseou também no risco do ex-secretário contrair Covid-19, motivo pelo qual o juiz define que 

"o requerente não demonstrou a presença de qualquer fator que provocasse a revogação da custódia preventiva, uma vez que inexiste informações acerca do seu estado de saúde, notadamente sobre alguma espécie de infecção ou exposição a pessoas infectadas, tampouco se integra grupo de risco, ou, ainda, se há pessoas infectadas pelo coronavírus no mesmo presídio".

Em::

Seguidores