[Nova Olinda] Prefeito anuncia ocupação total de leitos e faz um alerta a população

Ranilson Silva | 09:06 |

 1 de junho de 2021




O Prefeito de Nova Olinda/CE, Ítalo Brito, anunciou que nesta segunda-feira (31/5) a unidade sentinela localizada no Hospital de pequeno Porte Ana Alencar Alves, Bairro Francy Teles, atingiu 100% da sua capacidade de atendimento exclusivo para os casos de internamento de pessoas diagnosticadas com covid-19 no munícipio. A informação do prefeito divulgada em seus perfis públicos nas redes sociais veio acompanhado de um alerta para a população manter o respeito as regras de distanciamento social e o uso de máscaras dentre outras medidas previstas nos decretos estaduais a respeito das normas sanitárias contra o coronavírus. 

O prefeito disse que Nova Olinda vive uma "situação de alerta", contou que dos seis pacientes internados "todos necessitam de oxigênio e dois deles tem indicação de UTI" aguardando vagas no sistema de regulação de leitos. Doutor Ítalo reforçou que é preciso uma mudança de atitudes de "algumas pessoas" que teimam em desrespeitar os decretos de leis que exigem regras de isolamento rígido.
 
"Precisamos considerar isso como a verdade, é preciso reconsiderar algumas atitudes" disse o prefeito ao pedir as pessoas o respeito as regras do decreto estadual. 
          
O HPPAA conta com seis leitos exclusivos para o tratamento interno de pessoas com diagnóstico positivo de covid-19 e que apresentem um quadro grave de saúde como a necessidade de respiração mecânica por exemplo. A unidade sentinela foi instalada desde o ano passado pela Secretaria Municipal de Saúde - SMS sendo uma das maiores em número de leitos exclusivos na região. 

Desde o início do seu funcionamento  a média de ocupação era de 1/3 da sua capacidade, no entanto, no último mês esse índice pulou para uma média de 2/3 e por duas vezes alcançou o pico com 100% de ocupação. 

Ontem, quando pela segunda vez no mês, a unidade sentinela alcançou a ocupação máxima o prefeito Ítalo Brito comunicou também no mesmo vídeo que duas pessoas de Nova Olinda aguardam na fila de espera por um leito de UTI - Unidade de Terapia Intensiva junto ao Hospital Regional do Cariri - HRC abrindo um sinal de alerta ainda maior para o agravamento da crise de saúde com a chegada da temida segunda onda da pandemia em solo novo-olindense. 

O prefeito foi enfático ao avisar que esse cenário de colapso coloca em risco as vidas das pessoas que podem sofrer por falta de capacidade de atendimento no Sistema Único de Saúde - SUS por falta de leitos e de medicamentos como o oxigênio utilizado no tratamento da falta de ar que é um dos principais sintomas do coronavírus. 

  

Em:: , , ,

Seguidores